sexta-feira, 1 de junho de 2012

O Jubileu de Diamante da Rainha Elizabeth II: Festa do Chá com Sanduíche de Pepino (Cucumber Sandwiches)


God save our gracious Queen,
Long live our noble Queen,
God save the (our) Queen.
Send her victorious,
Happy and glorious,
Long to reign over us:
God save the Queen...

Hoje estou particularmente entusiasmado porque Vossa Majestade a Rainha Elizabeth II começara amanhã as celebrações das suas Bodas de Diamante pelo seu reinado. 



E para fazer parte desta festa este Barão resolveu homenagear a Rainha com um poste dedicado a um petisco muito apreciado por Sua Majestade, durante seu chás: os tradicionais  Cucumber Sandwiches (Sanduíche de pepino).


É até engraçado eu escrevendo sobres este petisco que já é quase uma instituição inglesa – porque não sou  lá muito fã de pepinos 9ª não ser que eles venha nas comidas orientais que tanto gosto). Mas devo admitir que estes sanduiches em particular são surpreendentes.
Tradicionalmente os sanduíches de pepino são de origem britânica, preparado com pão branco sem crosta, recheado com amnteiga, fatias de pepino e menta fresca. Logo eles são leves e refrescantes - A hortelã complementa o pepino tão bem, e eles têm a quantidade de sal perfeita para acentuar o sabor e proporcionar um bom contraste com todas as coisas doces que normalmente têm durante a hora do chá. A gente realmente torce o nariz quando nunca comeu um sanduiche assim, tão simples, mas se surpreende quando tem essa oportunidade. Não é a toa que ele é o preferido de Sua Majestade a Rainha da Inglaterra.

Variantes modernas (em grande parte de origem americana) existem, envolvendo cream cheese, pão integral, salmão defumado picado e até pão com crostas deixadas intactas.
Um segredo do sanduiche de pepino é o pepino inglês. você está curioso sobre a diferença entre um pepino Inglês e um pepino de outra nacionalidade? Veja só, o pepino Inglês é mais longo e fino, mais macio e quase não tem sementes. Não bastasse isso se sabe que na Inglaterra os pepinos são caros desde muito tempo o que fez com que as famílias ricas os utilizasse em suas preparações sofisticadas.


A quem diga o fato da Rainha gostar tanto destes sanduiche e os servir nos seus chás da tarde deve se a Oscar Wilde. É que os sanduíches de pepino ganharam notoriedade literária na peça de Oscar Wilde, A importância de ser Prudente, onde eram especialmente preparados para Lady Bracknell, que se deu mal por que... Ora, leiam a peça.
Henry James escreveu: "Há horas na vida mais agradável do que a hora dedicada à cerimônia conhecida como um chá da tarde." E eu devo admitir que os sanduiches de pepino fazem toda a diferença nesta hora, conferindo charme, elegância e u “Q” de nobreza a cerimonia do chá da tarde.


Aliás já comentamos aqui sobre a origem desta “tradição” britancica (clique aqui para ver).  O chá da tarde foi inventado por Anna Duquesa de Bedford (1783-1857), uma das damas da Era Vitoriana. Durante este tempo, as classes nobres se atrasavam muito  para comer e comiam mal. Todas as tardes, Anna experimentou o que ela se referiu como um "sentimento de naufrágio", então ela pediu que os seus servos trouxessem chá e pequenos bolos para seu boudoir. Muitos seguiram a liderança da Duquesa, e, assim, o ritual do chá da tarde nasceu. De fato, uma cultura de tipo surgiu em torno da tradição de beber chá.
Hotéis de luxo começaram a oferecer salas de chá, enquanto que as lojas de chá foram abertas para o público em geral. Chás dançantes também se tornaram eventos sociais populares onde as senhoras vitorianas reuniram potenciais maridos.

Diamond Jubilee

“A Coroação não é o símbolo de um poder e de um esplendor de outrora. É antes a declaração dos nossos desejos e da nossa esperança para o futuro”. Rainha Elizabeth II no discurso da sua coroação em 2 de junho de 1953.

Mais uma vez Londres está eufórica.  Desta vez trata-se do Jubileu de Diamante da Rainha Elizabeth II, marcando 60 anos sobre o trono Britãnico  .
Após ter comemorado seu Jubileu de Prata em 1977 e seu Jubileu de Ouro em 2002, desta vez o Jubilei de Diamante está sendo preparado para ser comemorado oficialmente entre os dias 2 a 5 de junho,  eventos que envolvem a família real - alguns dos quais podem ser presenciados pela população em público e outros que serão privados para convidados especiais.






A Rainha Elizabeth II assumiu o trono aos 25 anos, em 1952. Entretanto só foi coroada 16 meses depois em 1953. Elizabeth II tem, o segundo maior reinado da Grã-Bretanha. Este foi apenas ultrapassado pela sua trisavó, a Rainha Vitória.


As comemorações dos 60 anos de reinado de Elizabeth II estão marcadas para este fim de semana. Por todo o Reino Unido haverá festas e a programação oficial do jubileu de diamante inclui concertos, exibições de arte, desfiles de barcos pelo Tâmisa e uma enorme feira de rua em Londres, com barracas de comida e bebida em que vai ter de tudo, de champanhes e vinhos e o sanduíche mais popular no país, que caiu nas graças da Rainha, o sanduíche de pepino.
Num ano comum a rainha recebe 40 mil pessoas para chás, jantares e festas nos jardins palacianos. Litros e litros de chá, são consumidos. E para acompanhar os sanduíches de pepino nos formatos de triangulo ou palitos sempre estão presentes. Que tal experimentar?

Sanduíche real de pepino

Ingredientes
1 pepino fino
8 fatias de pão de fôrma (branco ou preto ou ambos)
Manteiga a gosto sem sal e amolecida em temperatura ambiente
1 a 2 colheres (chá) de menta (hortelã) fresca finamente picada
Sal e pimenta a gosto

Preparo: Descasque o pepino e corte em fatias finas. Tempere com um pouco de sal, ponha as rodelas numa peneira e deixe escorrer por 15 minutos, apertando de vez em quando para retirar o excesso de água. Seque em papel toalha e reserve. Com uma faca, espalhe a manteiga amolecida em todas as fatias de pão, apenas de um lado. Salpique a menta picada. Faça duas camadas de rodelas de pepino em quatro fatias de pão. Ajuste o sal (se necessário) e tempere com pimenta-do-reino moída na hora. Cubra com as quatro fatias restantes. Aperte o sanduíche suavemente, com as mãos. Com uma faca afiada corte as bordas do pão. Corte os sanduíches em metades, no sentido diagonal e corte novamente, em quartos. Coma acompanhado de uma xícara de chá.

Sanduíche de Pepino à Oscar Wilde (grande sucesso nos salões literários da Paris dos anos 1920)

Para preparar 10 sanduíches, descasque e corte em finíssimas camadas um pepino grande. Coloque as fatias do pepino em uma peneira e acrescente uma pitada de sal. Deixe descansando por 1 hora. Depois seque bem as fatias com um pano limpo ou toalha de papel. Coloque as fatias de pepino em uma tigela com 1 colher de sopa de azeite de oliva, 1 colher de sopa de suco de limão, 1/2 colher de chá de açúcar e uma pitada de pimenta branca. Misture tudo suavemente e deixe em repouso enquanto prepara o pão. Use um pão de fôrma branco da melhor qualidade -- de preferência caseiro e do dia seguinte -- e corte-o em finas camadas. Para preparar 10 sanduíches, obviamente você precisará de 20 fatias. Em uma tigela, coloque 1 1/2 de manteiga sem sal na temperatura ambiente, 2 colheres de sopa de creme (natas), 1/2 colher de sopa de mostarda. Misture tudo. Em seguida espalhe esta mistura generosamente em cada fatia de pão, acrescente as fatias de pepino e, pronto, feche o sanduíche. Corte-o na diagonal, formando dois triângulos. Coloque os triângulos no prato para servir enfeitado com raminhos de agrião ou hortelã. Os sanduíches devem ser preparados logo antes de servir, para evitar que fiquem úmidos demais e percam o frescor. Aprecie com moderação.

2 comentários:

  1. Epoca de elegancia e tardes tranquilas com este maravilhoso tea afternoon

    ResponderExcluir
  2. Estou admirável com a história do sanduiche de pepino. Foi um prazer ler.

    ResponderExcluir